A câmara define comissão para investigar as acusações contra o prefeito, ele | centro-Oeste | 1

Câmara instaura comissão para apurar denúncias contra o prefeito de Cláudio
Câmara instaura comissão para apurar denúncias contra o prefeito de Cláudio

Denúncia protocolada na Câmara pode levar ao impeachment do prefeito José Rodrigues Barroso (PRTB), conhecido como Denúncia protocolada na Câmara pode levar ao impeachment do prefeito José Rodrigues Barroso (PRTB), conhecido como

A queixa feita em casa pode levar ao impeachment do prefeito é José Rodrigues Barroso (PRTB), que é conhecido como “Zezinho” — Foto: Prefeitura de Cláudio, e a publicação

No Salão, ele estabeleceu uma comissão processante para investigar denúncias de violações de políticas e administrativas que teriam sido cometidos pelo senhor prefeito da cidade, José Rodrigues Barroso (PRTB), que é conhecido como “Zezinho”.

A denúncia, protocolada no Legislativo última quinta-feira (6), pelo ex-procurador do município Rento Nogueira foi aprovado pelo conselho da cidade na segunda-feira (10), e poderia levar ao impeachment do Embora.

Procurada pelo G1, a assessoria de imprensa da Prefeitura afirmou que o chefe do Executivo está “convencido de que o estabelecimento de qualquer procedimento visando a execução dos atos irá demonstrar que você tem levado, e conduzir-se com retidão, para o bem público”. Os serviços de consultoria ela passou a dizer que “não há nada que poderia ser” sobre a cassação do mandato do prefeito, e que ele está tomando acção em tribunal a respeito da denúncia.

A comissão processante estabelecida pela Câmara, será composta de vereadores Fernando Quintino (DEM), que será o presidente, Reginaldo Teixeira, Santos, S), que é o relator, e Por de Sousa Ribeiro (PSDB), que é um membro de.

De acordo com a Câmara, e, após a investigação de uma reclamação, o prefeito será convidado para apresentar defesa e, depois de um período de 90 dias para avaliação, o relatório final da comissão deve ser colocada em votação. Para permitir que o processo de impeachment, além das alegações de provar a verdade, o texto precisará ser aprovado por 2/3 dos votos expressos.

A denúncia

Na denúncia protocolada na Câmara, afirmou que o prefeito havia cometido uma série de irregularidades, entre 2016 e 2018. Entre as irregularidades citadas pelo candidato é a contratação de uma empresa para recapeamento. De acordo com a denúncia, a cidade entrou em um contrato de us$ 725 mil com essa empresa e pago cerca de us$ 785 mil para o serviço.

A outra queixa que está presente no documento, alega-se que até o ano de 2016, Apesar de apresentada a declaração de pobreza, a fim de ser capaz de consultoria jurídica gratuita, mesmo com um patrimônio avaliado em us$ 4,2 milhões, de acordo com a declaração de bens feita pela justiça Eleitoral, no mesmo ano.

O documento afirma que, até 2018, a cidade pagou us$ 1 milhão para a empresa, para a revitalização da praça e o recapeamento de ruas da cidade. No entanto, de acordo com o texto, dos quais R$ 522 bilhões teriam sido transferidos para a empresa, sem a criação de um lance.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*