Funcionários do Hopi Hari fazem ato contra nova direção e visitantes voltam para casa | Campinas e Região | G1

Funcionários do Hopi Hari fazem ato contra nova direção e visitantes voltam para casa
Funcionários do Hopi Hari fazem ato contra nova direção e visitantes voltam para casa

Funcionários do Hopi hari fazem protesto na entrada do parque. — Foto: Jonatan Morel/EPTVFuncionários do Hopi hari fazem protesto na entrada do parque. — Foto: Jonatan Morel/EPTV

Funcionários do Hopi hari fazem protesto na entrada do parque. — Foto: Jonatan Morel/EPTV

Funcionários do parque temático Hopi Hari, em Vinhedo (SP), fazem manifestação na entrada do estabelecimento na manhã desta quinta-feira (30). O parque não está funcionando para visitantes, que estão sendo orientados a voltar para casa. Segundo a assessoria do parque, quatro mil pessoas de excursões eram esperadas nesta quinta.

Eles protestam contra a nova diretoria do parque, que assumiu a administração esta semana após decisão judicial.

O horário previsto para abertura dos portões é 11h, mas não foi cumprido. Uma grande fila de carros se formou no acesso ao local.

Fila de carros no acesso ao parque Hopi Hari, em Vinhedo, durante manifestação de funcionários que impedem entrada de visitantes, nesta quinta feira (30). — Foto: Laila Braghero/Hopi HariFila de carros no acesso ao parque Hopi Hari, em Vinhedo, durante manifestação de funcionários que impedem entrada de visitantes, nesta quinta feira (30). — Foto: Laila Braghero/Hopi Hari

Fila de carros no acesso ao parque Hopi Hari, em Vinhedo, durante manifestação de funcionários que impedem entrada de visitantes, nesta quinta-feira (30). — Foto: Laila Braghero/Hopi Hari

Uma família de Itanhandu (MG), com dez pessoas em uma van, foi surpreendida pela notícia do parque fechado. Eles contaram à reportagem da EPTV que foram avisados que deveriam voltar em outro dia. Ônibus de excursões também tentaram entrar, mas retornaram.

Ao todo, são mais de 600 colaboradores no parque e cerca de 40 decidiram entrar no parque por medo de demissão.

O G1 entrou em contato com o atual presidente do Hopi Hari, Alexandre Rodrigues, mas não teve retorno.

Portão fechado na entrada do parque Hopi Hari, em Vinhedo, durante manifestação de funcionários contra mudança na diretoria. — Foto: Laila Braghero/Hopi HariPortão fechado na entrada do parque Hopi Hari, em Vinhedo, durante manifestação de funcionários contra mudança na diretoria. — Foto: Laila Braghero/Hopi Hari

Portão fechado na entrada do parque Hopi Hari, em Vinhedo, durante manifestação de funcionários contra mudança na diretoria. — Foto: Laila Braghero/Hopi Hari

Disputa judicial e recuperação do parque

A manifestação dos funcionários começou na terça (28) e teve a participação do então presidente José David Xavier, que está à frente do parque desde 2017, quando assumiu a administração e 16% das atrações funcionavam. A área foi reformada e, atualmente, o estabelecimento opera com 98% das atrações.

Xavier foi afastado da função de presidente após uma decisão judicial. Na terça, o advogado Sérgio Emerenciano, que representa a nova diretoria, afirmou ao G1 que os antigos administradores se recusaram a deixar o parque e o ato foi um reflexo da transição.

Com a mudança, há a expectativa sobre apresentação o novo plano recuperação judicial. Rodrigues, atual presidente, disse na terça que prevê apresentação do documento em no máximo 30 dias.

Esta reportagem está em atualização

Ato em frente ao parque Hopi Hari, em Vinhedo, na última terça feira (28). — Foto: Laila Braghero/Hopi HariAto em frente ao parque Hopi Hari, em Vinhedo, na última terça feira (28). — Foto: Laila Braghero/Hopi Hari

Ato em frente ao parque Hopi Hari, em Vinhedo, na última terça-feira (28). — Foto: Laila Braghero/Hopi Hari

Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*