Motociclista multado por não usar o cinto de segurança de luta de 2 anos atrás para cancelar o crime, em Jaraguá, Trânsito, GO | G1

Motociclista multado por não usar cinto de segurança luta há 2 anos para cancelar infração, em Jaraguá
Motociclista multado por não usar cinto de segurança luta há 2 anos para cancelar infração, em Jaraguá

Motociclista multado por não usar cinto de segurança luta para cancelar infração em Goiás

Motociclista multado por não usar cinto de segurança, a luta para cancelar a violação do estado de Goiás

O vendedor Djalma Maciel Martins tem uma moto e afirma que ele foi multado em quase dois anos atrás, por não usar o cinto de segurança. Apesar de ser um morador do Jaraguá, na região central do estado, o motociclista conta que a infracção foi gravado em Alto Paraíso de Goiás, onde ele diz que ele nunca foi. Djalma afirma que esta é a segunda vez que ele é multado indevidamente.

“Eu não sei para que lado é Alto Paraíso de Goiás. Eu preciso de uma solução, porque eu preciso estar andando em dias, com o Estado, mas, desta forma, não tem como”, lamentou.

A alegada infracção foi gravado no dia 14 de fevereiro de 2016, na GO-118. O último recurso apresentado por ele foi inaugurado no dia 20 de junho do ano passado, através de uma carta Registrada (AR) na Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), que é responsável pela aplicação da lei nas rodovias estaduais.

Apesar de, em consulta no sistema eletrônico, o caso de são listados como recebida e não avaliados, a Agetop informou a TV Anhanguera que o crime foi cancelado. No entanto, Djalma estados que não têm qualquer documento confirmando o cancelamento.

Motociclista foi usado por não usar cinto de segurança em Goiás — Foto: TV Anhanguera/ReproduçãoMotociclista foi usado por não usar cinto de segurança em Goiás — Foto: TV Anhanguera/Reprodução

Motociclista foi utilizado por não usar cinto de segurança no estado de Goiás — Foto: TV Anhanguera/Reprodução

A reincidência

Djalma foi multado em 2015 para o estacionamento em local proibido, desta vez em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Ele garante que também nunca havia na cidade, que fica a 240 km de Jaraguá, onde ela vive. De acordo com ele, além disso, ele estava trabalhando no momento em que o crime foi registrado.

Na época, mesmo alegando que a violação não tivesse sido praticado por ele, ele pagou a multa, e tinha um boletim de ocorrência, com medo de que a placa de sua moto ter sido clonado.

Multa mostra modelo da moto e infração da falta do uso do cinto, em Goiás — Foto: TV Anhanguera/ReproduçãoMulta mostra modelo da moto e infração da falta do uso do cinto, em Goiás — Foto: TV Anhanguera/Reprodução

Multa mostra o modelo da moto e a violação da falta de utilização do cinto de segurança no estado de Goiás — Foto: TV Anhanguera/Reprodução

Veja outras notícias do estado no G1 Goiás.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*