Policial militar diz que ela matou o marido morto, no estado do Pará, em auto-defesa | Para | 1

Policial militar diz que matou o marido a tiros no Pará em legítima defesa
Policial militar diz que matou o marido a tiros no Pará em legítima defesa

PM Alanna Barros diz que atirou no marido em legítima defesa. — Foto: Reprodução / Arquivo PessoalPM Alanna Barros diz que atirou no marido em legítima defesa. — Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

SOU Alanna Barros diz que atirou no marido em auto-defesa. — Foto: Reprodução / Arquivo

A polícia militar e Ela por Patricia da Cruz de Barros, 29 anos, era investigado pela morte de seu marido, Thiago Valdiney Bezerro, Dia, 30, disse em um comunicado, que agiu em legítima defesa, reagindo a uma agressão. Ela vai responder em liberdade.

O caso ocorreu na madrugada deste domingo (16) em cerca de 4h30, na Rua José Araújo, no Distrito de negócios, em Ananindeua, na Grande Rio.

Thiago Dia tem vindo a ser cuidado por familiares e levado para o Hospital, local de Urgência e Emergência, mas não resistiu ao ferimento.

Após o crime, o policial que Ela, ocupado com o 2º Batalhão da PM, e apresentou-se espontaneamente na Polícia, e foi enviado para a Divisão de Crimes Funcionais (Decrif) do estado de Polícia, que está investigando o caso.

A arma usada no crime foi apreendida, e deve ir através de revisões do que está acontecendo.

Aqui estão algumas outras notícias do estado e o 1 estado do Pará.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*