Saiba as maravilhas do Chile! Descubra como nossa viagem

Conhecemos as maravilhas do Chile! Saiba como foi nossa viagem
Conhecemos as maravilhas do Chile! Saiba como foi nossa viagem

maravilhas do Chile

Viagens

Saiba as maravilhas do Chile! Saiba como foi a nossa viagem, e aqui estão algumas dicas para não passar aperto de lá

Escrito por: no 08/10/2018

Quase todo mundo sabe que o Chile não faz fronteira com o Brasil (o mesmo que preciso forçar a memória para lembrar as aulas de geografia). No entanto, não é por isso que ele fica de fora dessa viagem pela América do Sul que um monte de pessoas já colocar na lista de desejos. Na verdade, o país tops muitas listas de guias de viagem e, só no ano passado, recebeu mais de 500 mil turistas brasileiros. Assim, nós não poderíamos deixar as maravilhas do Chile a partir de fora de nossa viagem através da América do Sul.

maravilhas do ChileValle de La Luna (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)

+ A nossa viagem através das maravilhas do Chile

Santiago, capital do Chile, é a região turística favorita. Foi lá que começamos a nossa viagem através do país. Como nosso voo para Calama acontecer somente na manhã do dia seguinte, aproveitamos a tarde e a noite para turistar pelo centro histórico de Santiago. Confesso que, apesar de ser uma cidade grande, ficamos surpresos com a organização e limpeza. Além disso, o centro histórico é muito bem mantido.

maravilhas do ChileO centro histórico de Santiago (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)imagem20-01-2019-00-01-24o Centro histórico de Santiago (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)imagem20-01-2019-00-01-27Palácio da Moeda em Santiago (Foto: Eduardo Mikail | @eduardomikail)

No dia seguinte, fomos para Calama, San Pedro de Ataque deum. Como chegamos em pleno dia do trabalho (como no Brasil), muitas empresas foram fechadas, e o serviço de transporte foi um pouco mais restrito. Assim, ao desembarcar no aeroporto, tivemos que pegar um táxi para a cidade de Calama para conhecer um pouco mais sobre as maravilhas do Chile.

maravilhas do ChileO deserto de Atacama (Foto: Eduardo Mikail | @eduardomikail)

Apesar disso, eu recomendo pegar um transfer do aeroporto direto para San Pedro. No dia em que chegamos, havia muito poucos ônibus que saem para o Atacama e acabamos pedindo carona no meio do deserto, onde o motorista de táxi nos deixou. Tivemos a sorte de sair para um passeio com um passeio de van volta para o aeroporto e o guia foi super simpático, foi nos explicando tudo, incluindo o que estava próxima, localizada a mina de Chuquicamata, uma das maiores minas de cobre do Mundo, localizado na região de Antofagasta. E, no final, mesmo depois de insistir muito, ele mesmo nos deixou para pagar o real tour.

+ De San Pedro de Atacama

O Primeiro Dia

Depois de tudo isso, finalmente, em San Pedro de Atacama, ficamos hospedados no Hotel Casa Algarrobo. O hotel fica a cerca de 10 minutos a pé do centro da cidade e tem uma vista agradável para as cordilheiras dos Andes, além de ser muito agradável para caminhar e aproveitar a energia do local. Como o hotel tinha uma parceria com uma agência bem recomendado, fechamos os passeios diretamente com os mesmos. Além disso, o preço era diferenciado (com desconto) e ainda tinha a conveniência de nós a buscar e trazer de volta para o hotel, os passeios.

imagem20-01-2019-00-01-38A vila de San Pedro de Atacama (Foto: Eduardo Mikail | @eduardomikail)imagem20-01-2019-00-01-46Ervas medicinais (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)

Vamos deixar o resto do primeiro dia da viagem livre para explorar a cidade e descansar. Nossa primeira parada foi na Franchuteria, um charmoso café, localizada no caminho para o centro de San Pedro. Lá, eles serviram croissants e pães artesanais são maravilhosos. Incapaz de resistir as iguarias servidas, voltamos para o local várias vezes. Como uma recomendação, é a baguette de azeitonas e o croissant doce de leite, que são divinas.

imagem20-01-2019-00-01-52Franchuteria, um charmoso café, no meio da natureza (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)

Segundo Dia

No segundo dia, o nosso passeio começou com uma visita à Laguna Cejar, que está a 2.400 metros de altitude e é um dos 3 únicos lugares no mundo onde você pode mergulhar e não afundar. Isso acontece por causa da alta quantidade de sal, e a diferença de densidade, como no Mar Morto. Durante o tour, fomos agraciados com uma vista incrível, com direito a água (que, pelo jeito, congelados) na Ojos de Salar. Para completar o dia, desfrute de um pôr do sol no Salar de Atacama beber o famoso Pisco Sour.

imagem20-01-2019-00-01-56Laguna Cejar (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)imagem20-01-2019-00-01-04Ojos de Salar (Imagem: Eduardo Mikail | m.com/eduardomikail/’ target=’_blank” rel=’noopener’>@eduardomikail)imagem20-01-2019-00-01-15Laguna Tebinquiche (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)imagem20-01-2019-00-01-19por do Sol em Laguna Tebinquiche (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)

Terceiro Dia

No terceiro dia, acordamos as 3 horas da manhã, e ver uma temperatura de -8°C. A sensação térmica foi de 10°C. Com certeza, valeu a pena, pois a recompensa foi ver o nascer do sol sobre os Gêiseres Del Tatio, uma região entre os vulcões onde “fumos” sulfurosas e ebulição da água são expulsos da terra e dar um toque especial, compondo uma paisagem indescritível, e que só pode ser visto muito cedo. Ainda, existem piscinas de água quente, onde você pode se banhar e se aquecer no meio de tanto frio (mas confesso que, devido ao frio ,desta vez, eu tive de recusar).

maravilhas do ChileGêiseres del Tatio (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)imagem20-01-2019-00-01-40Gêiseres Del Tatio (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)imagem20-01-2019-00-01-44Gêiseres Del Tatio (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)

Após isso, fizemos algumas outras paradas durante a viagem através do deserto do Atacama, um pequeno vilarejo chamado Machuca Pueblo. Lá, tive a oportunidade de provar um espetinho de carne de lhama e chá Chachacoma, o que ajuda contra a doença de altura, e é ainda mais forte do que o famoso chá de coca.

imagem20-01-2019-00-01-48Espetinho de carne de lhama (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)

Nesse mesmo dia, durante a tarde, começamos a conhecer o Valle de la Luna, ponto turístico obrigatório de Atacama. É uma região montanhosa formada apenas por sedimentos e o sal. Neles, a ação do vento cria vários desenhos. Se chove, a área fica em uma planície. Vale ressaltar que é importante a caminhar lentamente para não ficar doente. Para fechar o dia, vimos o pôr do sol na Pedra do Coiote, onde há até fila para tirar uma boa foto, pois a pedra é “suspenso”, e o efeito é muito legal.

maravilhas do ChileMirante de Kari – Pedra do Coiote, no Valle de La Luna (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)

O quarto dia

Para fechar com chave de ouro, fizemos, no nosso quarto e último dia, um passeio mais tranquilo e relaxante, pelas termas de Puritama. É um lugar mágico, com pequenas piscinas formadas em um canhão que possui uma incrível paisagem. No total, são 8 piscinas e o indicado é começar da menor para a maior, no final, desfrute da piscina com temperatura mais elevada. É um passeio indicado para quem já viveu muitas aventuras na viagem e precisa de um momento de tranquilidade.

imagem20-01-2019-00-01-02Termas de Puritama (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)imagem20-01-2019-00-01-07Termas de Puritama (Imagem: Eduardo Mikail | @eduardomikail)

Foi assim, bem relaxado, o que disse adeus a este lugar inesquecível que é o Atacama, e das maravilhas do Chile. A partir daí, continuamos a nossa jornada para o nosso próximo destino: o Salar de Uyuni, na Bolívia. Confira nossa viagem completa em vídeo:

 

AGRADECIMENTOS ESPECIAIS AOS PARCEIROS:

GoPro Brasil – Câmera Hero 6 BlackNordweg – Mochila e acessóriosMarriott – Hospedagem em Lima, PeruSumaq Hotel – Alojamento em Machu Picchu, PeruSanDisk – Cartões SD para a câmera e dispositivos de armazenamentoWestern Digital – HD externo para fazer backups do conteúdodo Peru Grand Travel – Agência de viagens especializada, PeruInca Ferroviário de Transporte de trem para a viagem de retorno de Machu Picchu, no PeruEasysim4u – Chip para telefone celular com internet ilimitada

8 de outubro de 2018
1

  • //twitter.com/home?status=%3Cdiv+class%3D%22at-above-post+addthis_tool%22+https://blogdaarquitetura.com/uma-viagem-pelas-maravilhas-do-chile/’, ‘versão completa:’, ‘scrollbars=yes,width=800,height=400′);’>

américa do sul

atacama

Calama

Chile

Gêiseres Del Tatio

Laguna Cejar

Machuca Pueblo

maravilhas do chile

Ojos de Salar.

O Salar de Atacama

San Pedro de Atacama

santiago

Termas de Puritama

Valle de la Luna

Viagens

viajar pela América do Sul

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*