UberEats testes de entrega pelo drone, em parceria com o Mcdonald’s nos EUA, PARCIAL

UberEats testa entregas por drone em parceria com McDonald´s nos EUA
UberEats testa entregas por drone em parceria com McDonald´s nos EUA

Ilustração mostra drones realizando entregas em domicílio

Drones: a corrida entre as empresas para o modal especialistas na entrega das compras e comer (Thinkstock/nicholashan/Thinkstock)

Com o UberEats, o serviço e a entrega de alimentos para o arranque do americano, anunciou ontem que vai passar no teste, o uso de drones para reduzir o tempo da solicitação. De acordo com a empresa, os veículos aéreos não tripulados devem viajar para os restaurantes para o telhado dos carros estacionados. Após o que, será da responsabilidade dos drivers para os parceiros da empresa para fazer a última parte da viagem, entrega de refeições para a casa do cliente. O sistema já está sendo testado em uma filial do Mcdonald’s em San Diego, na califórnia, nos estados unidos.

O anúncio foi um dos destaques da última noite, Você pode Elevar a Cúpula, caso em que a empresa está realizando esta semana em Washington, dc. Até agora, empresas como Google, Amazon, e até mesmo do brasil iFood já tentou fazer as entregas por drones – no lar, com jardins e espaços abertos. A “solução-ar”, no entanto, não é possível para o apartamento, e foi por esse motivo que o Google adotou uma solução mista entre o zangão e veículos terrestres. Para certificar-se de que a mídia é desfrutar de uma refeição no veículo para a direita, o carro será equipado códigos QR no seu topo – as imagens devem ser lidas por s-air veículos.

Veja também

O diretor Global de desenvolvimento de negócios da Uber Come, Liz Meyerdirk, ele ressaltou que o sistema que vai permitir restaurantes para satisfazer a maioria dos clientes, sem ter que estar em lugares diferentes. “A entrega de drones será mais rápido, o que significa que a comida vai chegar a quente e a comida vai ser de melhor qualidade”, disse ele durante o evento. Sem dar números, ela disse que os drones deve ser capaz de elevar-se acima do comprimento médio das entregas são feitas por bicicletas nos eua, por meia hora, para um raio de 4,8 km (3 milhas).

De acordo com ela, não vai ser um teste, com os outros dois restaurantes em San Diego este ano – e um deles, desde a comida até o mais sofisticado. Para isso, a empresa tem vindo a trabalhar na criação de uma habitação, que é acoplado à entrega de mídia. O recipiente deve ser espaços separados para alimentos quentes e frios. Apesar de parecer simples, mas o desenvolvimento da embarcação tem exigido um monte de trabalho duro”, disse o executivo, que acrescentou que a empresa não quer deixar os seus clientes sabem que seus pedidos foram entregues por um drone.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo, brasil.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*